Salvador
+27°C
 
PARTICIPE:
siga o EncontraBA no Facebook
siga o EncontraBa no twitter siga o EncontraBa no Google+
Follow Me on Pinterest
 
Salvador
Primeira Capital do Brasil
Município mais pupoloso do Nordeste
37º cidade mais populosa do país e uma das
120 mais populosas do mundo.
"Capital da Alegria"
 
 

 

Nasceu em 2008 o baiano Encontra Bahia com a missão de ser o maior Guia de Bairros
e cidades da Bahia

Todos os bairros de Salvador e cidades BA
“ aqui Baiano Encontra ”


::MENU::    Início  |  Sobre Salvador  |  Sobre BA  |  Bairros Salvador  |  Cidades da BA  |  Mapas BA  |  Hotéis BA  |  Pousadas BA

::MENU::     Prefeitura  |  Parques  |  Restaurantes Salvador  |  Hotel Salvador  |  Pousada Salvador |  Telefones Úteis

Panoramica Bahia - BA

Sobre Salvador

Salvador é um município brasileiro, capital do estado da Bahia e primeira capital do Brasil. Os habitantes são chamados de soteropolitanos, gentílico criado a partir da tradução do nome da cidade para o grego: Soterópolis, ou seja, "cidade do Salvador", composto de Σωτήρ ("salvador") e πόλις ("cidade").

Situada na microrregião homônima, Salvador é uma metrópole nacional com mais de 2,6 milhões de habitantes, sendo o município mais populoso do Nordeste, a terceira mais populosa do Brasil e a oitava mais populosa da América Latina (superada por São Paulo, Cidade do México, Buenos Aires, Lima, Bogotá, Rio de Janeiro e Santiago). Sua região metropolitana, conhecida como "Grande Salvador", possui 3.574.804 habitantes recenseados em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que a torna a terceira mais populosa do Nordeste, sétima do Brasil e uma das 120 maiores do mundo. Por essas dimensões urbano-populacionais, é classificada pelo estudo do IBGE sobre a rede urbana brasileira como um centro metropolitano nacional.

A primeira capital colonial do Brasil, a cidade é uma das mais antigas da América. Por um longo tempo era antigamente chamada de "Bahia" ou "cidade da Bahia", inclusive por moradores do próprio estado e aparece sob este nome ou como "Salvador da Bahia" a fim de diferenciá-las de outras cidades brasileiras de mesmo nome. Também recebeu epítetos como Roma Negra "Meca da Negritude", por ser uma metrópole cuja maior parte da população é negra, plena de elementos simbólicos e religiosos africanos.

A cidade de Salvador é notável, no Brasil, pela sua gastronomia, música e arquitetura, e sua área metropolitana é a mais rica no nordeste do Brasil. A influência africana em muitos aspectos culturais da cidade torna o centro da cultura afro-brasileira. Isso reflete uma situação em que se celebram práticas culturais afro-brasileiras. O Centro Histórico de Salvador, iconizado no bairro do Pelourinho, é conhecido pela sua arquitetura colonial portuguesa com monumentos históricos que datam do século XVII até o século XIX e foi declarado como Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 1985.

História

A região era habitada pelos índios desde tempos imemoriais. Antes mesmo de ser fundada cidade, a presença dos europeus data, pelo menos, desde o naufrágio de um navio francês, em 1510, de cuja tripulação fazia parte Diogo Álvares, o famoso Caramuru. Em 1534, foi fundada a capela em louvor a Nossa Senhora da Graça, porque ali viviam Diogo Álvares e sua esposa, Catarina Paraguaçu.

Em 1536, chegou à região o primeiro donatário, Francisco Pereira Coutinho, que recebeu capitania hereditária de El-Rei Dom João III. Fundou o Arraial do Pereira, nas imediações onde hoje está a Ladeira da Barra. Esse arraial, doze anos depois, na época da fundação da cidade, foi chamado de Vila Velha. Os índios não gostavam de Pereira Coutinho por causa de sua crueldade e arrogância no trato. Por isso, aconteceram diversas revoltas indígenas enquanto ele esteve na vila.

Em 29 de março de 1549 chegam, pela Ponta do Padrão, Tomé de Sousa e comitiva, em seis embarcações: três naus, duas caravelas e um bergantim, com ordens do rei de Portugal de fundar uma cidade-fortaleza chamada do São Salvador. Nasce assim a cidade de Salvador: já cidade, já capital, sem nunca ter sido província. Todos os donatários das capitanias hereditárias eram submetidos à autoridade do primeiro governador-geral do Brasil, Tomé de Sousa.

A cidade foi invadida pelos neerlandeses em 1598, 1624-1625 e 1638. O açúcar, no século XVII, já era o produto mais exportado pela colônia. No final deste século a Bahia se torna a maior província exportadora de açúcar. Nesta época, os limites da cidade iam da freguesia de Santo Antônio Além do Carmo até a freguesia de São Pedro Velho. A Cidade do São Salvador da Bahia de Todos os Santos foi a capital, e sede da administração colonial do Brasil até 1763.

Em 1912 ocorre o bombardeio da cidade, causado pelas disputas entre as lideranças oligárquicas na sucessão do governo: é destruída a Biblioteca e Arquivo, perdendo-se de forma irremediável importantes documentos históricos da própria cidade.

Geografia

Salvador é a cidade-sede da Região Metropolitana de Salvador, popularmente conhecida como "Grande Salvador". Além dela, encontram-se outros doze municípios na área metropolitana: Camaçari, Candeias, Dias d'Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz. Com 3.574.804 habitantes, é a sétima região metropolitana mais populosa do Brasil (IBGE, 2010) e uma das 120 maiores do mundo .

Litoral

Salvador possui famosas praias, como as de Itapuã, dos Artistas e do Porto da Barra. As praias da cidade atraem tanto habitantes locais como turistas, principalmente devido à temperatura agradável da água. Algumas praias possuiam restaurantes típicos na própria areia, - demolidas com base no Artigo 225 da Constituição brasileira - onde se preparavam frutos do mar e bebidas diversas. Além disto, é comum encontrar tabuleiros de baianas, onde é possível provar um acarajé, e outros vendedores ambulantes. Também está em fase de ampliação o sistema cicloviário, como preparação antecipada da cidade para a Copa de 2014.

Relevo

Ladeira da Montanha e o Elavador Lacerda ao fundo, construídos com a função de superar a dificuldade imposta pelo relevo escarpado. O relevo de Salvador é acidentado e cortado por vales profundos. Conta com uma estreita faixa de planícies, que em alguns locais se alargam. A cidade está a oito metros acima do nível do mar.

Uma característica particularmente notável é a escarpa que divide Salvador em Cidade Baixa, porção noroeste da cidade, e Cidade Alta, maior e mais recente (corresponde ao resto da cidade), sendo que a primeira está 85 m abaixo da última. Um elevador (o primeiro instalado no Brasil), conhecido como o Elevador Lacerda, conectam-se as duas "cidades" desde 1873, já tendo sofrido diversos melhoramentos de lá pra cá.

Clima

Salvador possui um clima de floresta tropical sem estação seca discernível. As temperaturas são relativamente constantes ao longo do ano, com condições de clima quentes e úmidas. O mês mais seco de Salvador no ano é Janeiro, onde a cidade recebe, em média, 11 cm de chuva. Já os meses mais chuvosos de Salvador acontece entre Maio e Julho e 21 cm de chuva cai durante estes 3 meses. Chega a extremos de 15 °C no inverno e a 38 °C no verão. A brisa oriunda do Oceano Atlântico deixa agradável a temperatura da cidade mesmo nos dias mais quentes.

Etnias

Salvador é o centro da cultura afro-brasileira. A maior parte da população é negra ou parda. Segundo dados divulgados pelo IBGE em 2010 para a região metropolitana de Salvador, 51,7% da população (1.382.543) é de cor parda (pessoas multirraciais), 27,8% negra (743.718), 18,9% branca (505.645), 1,3% povos asiáticos (35.785) e 0,3% povos ameríndios (7.563). Salvador é a cidade com o maior número de descendentes de africanos no mundo, seguida por Nova York, majoritariamente de origem iorubá, vindos da Nigéria, Togo, Benim e Gana.

Religião

Salvador em termos de religião é conhecida por ter 365 igrejas católicas, uma para cada dia do ano, além do sincretismo religioso, onde o catolicismo convive junto ao candomblé. O número de evangélicos vem crescendo a cada ano, já respondendo por 15% da população soteropolitana. Possui ainda um percentual significante de espíritas, e de pessoas não-religiosas.

Subdivisões


Embora a criação de Salvador fosse idealizada pelo Reino de Portugal e seu projeto conduzido pelo engenheiro Português Luís Dias (que foi responsável pelo projeto original da cidade), o crescimento contínuo do capital através das décadas, foi completamente espontânea. Os muros da cidade-fortaleza não podia segurar a expansão da cidade, daí surgiam novas localidades, por exemplo, em direção ao bairro do Carmo é a área onde está a atual Praça Castro Alves.

Na época de sua fundação, Salvador tinha duas praças e o primeiro bairro construído aqui foi o Centro Histórico de Salvador. Pelourinho e o bairro do Carmo vieram posteriormente, criado como uma consequência da crescente necessidade de espaço que as ordens religiosas tiveram. Com a rápida expansão, os bairros cresceram e muitos deles foram agrupados na mesma área, por isso hoje não há registros precisos quanto ao seu número exato.

Para fins de gestão urbana, a cidade atualmente está dividida em 18 regiões políticos-administrativas. No entanto, devido à sua relevância cultural e conveniências postais, a importância dos bairros de Salvador permanece intacta.

Salvador é dividida em um número de bairros distintos, com os bairros mais conhecido sendo Pelourinho, Centro Histórico, Comércio e Centro, todos localizados na parte oeste.A região noroeste da cidade, ao longo da Baía de Todos os Santos, também conhecido como Cidade Baixa, contém os bairros pobres do subúrbio de Salvador.

Economia


Salvador é a cidade economicamente mais desenvolvida no estado, devido à histórica participação comercial e industrial. A participação da agropecuária na economia é inexpressível devido à inexistência de territórios rurais dentro do município.

De acordo com o IBGE, o PIB de Salvador vem crescendo, chegando a atingir R$ 22 145 303 000,00 em 2005, assim como o PIB per capita, que chegou a R$ 8 283,00 também em 2005. Ainda neste ano, o PIB da cidade correspondia a 1,03% das riquezas produzidas no país e era o 9ª município mais rico do Brasil.

Turismo

A cidade é um importante destino turístico do país. Quanto ao turismo internacional, fica atrás apenas do Rio de Janeiro em procura segundo a EMTURSA. O interesse pela cidade se dá pela beleza do conjunto arquitetônico e da cultura local (música, culinária e religião).

O litoral de Salvador é uma das mais longas para cidades do Brasil. Há 80 km de praias distribuídas entre a Cidade Alta e Cidade Baixa, desde Inema, no subúrbio ferroviário até à Praia do Flamengo, do outro lado da cidade. Enquanto as praias da Cidade Baixa são banhadas pelas águas da Baía de Todos-os-Santos, as praias da Cidade Alta, como a do Farol da Barra e a do Flamengo, são banhadas pelo Oceano Atlântico. À exceção é a praia do Porto da Barra, a única praia de Cidade Alta, localizada na Baía de Todos os Santos.

O turista que escolhe Salvador pode ir à praia pela manhã, fazer um passeio ao Centro Histórico à tarde, jantar em um dos bons restaurantes da cidade e ir dançar nos ensaios dos blocos de carnaval ou ao som de outros estilos musicais. Outras opções de lazer são os teatros, como o Castro Alves, o Jorge Amado e o Vila Velha. Ainda se pode ir ao Farol da Barra ver o pôr-do-sol na Baía de Todos os Santos.


As praias da capital baiana são calmas, ideais para natação, vela, mergulho e pesca submarina, como também procuradas por surfistas devido enseadas de mar com ondas fortes. Há também praias cercadas por recifes, formando piscinas naturais de pedra, ideal para crianças brincarem.
Grandes hotéis tendem a ser localizados ao longo da orla marítima. Há também pequenos hotéis na Barra e outros espalhados ao longo da via principal da Avenida Sete de Setembro e ainda outros em torno do Pelourinho.

Índice

Dados

Fundação 29 de março de 1549
Gentílico soteropolitano(a)
Prefeito(a) João Henrique Carneiro (PP)

Brasão de Salvador

Bandeira de Salvador

Lema:
"Sic illa ad arcam reversa est"

Localização

Estado Bahia
Mesorregião: Metropolitana de Salvador
Microrregião: Salvador
Região metropolitana: Salvador
Municípios: Lauro de Freitas, Simões Filho, Candeias, Itaparica e Vera Cruz.

Características geográficas

Área 706,799 km²
População
2 710 968 hab. (PR: 1º) - est. IBGE/2012
Densidade
3 835,56 hab/km²
Altitude
8,3 metros
Clima
tropical atlântico
Fuso horário UTC-3

Indicadores

IDH 0,805 - elevado PNUD/2000
PIB R$ 32 824 229 mil (BR: 8º) IBGE/2009
PIB per capita R$ 10 948,50 IBGE/2009